Entrar com Facebook

Assistir Campinas x Cruzeiro ao vivo 23/01/2016 Copa Brasil de Vôlei Masculino

Assistir Tv

21h00 - Copa Brasil de Vôlei Masculino: Campinas x Cruzeiro (final)

TAGS:Assistir Campinas x Cruzeiro Ao Vivo Dia: 23/01/2016, Horario: a Partir das 21:00,Assistir Campinas x Cruzeiro ao vivo, Assistir Campinas x Cruzeiro online, Campinas x Cruzeiro Como Assistir ?,Ver Online Campinas x Cruzeiro ao vivo grátis.

Cruzeiro bate Campinas, leva Copa do Brasil e aumenta hegemonia nacional

Mineiros começam atrás, mas Wallace, Leal e William comandam reação para garantir 19º título ao clube desde 2010; paulistas, por sua vez, perdem segunda final em casa

O apoio da torcida mais uma vez não foi suficiente para o Campinas faturar a Copa do Brasil de vôlei masculino. Em um Ginásio do Taquaral abarrotado, o time paulista até que passou a sensação que construiria uma história diferente da final do ano passado, quando perdeu para o Taubaté. Mas do outro lado estava uma máquina de títulos. Estavam a potência de Wallace, a intensidade de Leal e a categoria de William. Estava o Cruzeiro, agora ainda mais campeão de tudo. De virada, os mineiros venceram a final por 3 sets a 1 (24/26, 25/16, 25/21 e 25/20), na noite deste sábado, e levaram a competição pela segunda vez - já havia ficado com a taça em 2014. 

A conquista aumenta a hegemonia do Cruzeiro no cenário nacional. É o quarto título da equipe na temporada, ao lado do hexacampeonato Mineiro, o bicampeonato Mundial e a inédita Supercopa, para qual garantiu lugar na próxima temporada ao bater o Campinas. São 19 troféus desde 2010, com 23 finais em 25 torneios disputados.

A bagagem pesou na decisão. Campinas bem que lutou, mas sucumbiu à principal potência do vôlei brasileiro e amargou o vice-campeonato em casa pelo segundo ano consecutivo. Agora é focar na Superliga, que, adivinha? É liderada pelo Cruzeiro. Os paulistas aparecem na quinta colocação, ainda em busca da primeira conquista de expressão na sua história. 

O jogo

O Cruzeiro, por sua vez, entra em quadra em busca do quarto título na temporada. O time já  conquistou o hexacampeonato Mineiro, o Bicampeonato Mundial e a inédita Supercopa. Conhecido como “campeão de tudo”, o time acumula 18 títulos desde 2010, e vai para a 23ª final em 25 competições disputadas. Porém, para os atletas da equipe mineira, o foco tem que estar na disputa deste sábado, contra o Campinas. Na semi, a equipe fez 3 a 2 no Sesi para se classificar. 

O serviço de Felipe colocou o Cruzeiro na frente logo de cara, ao atrapalhar uma recepção do Campinas e depois fazer um ace. Mas os donos da casa não deixaram os mineiros desgarrarem e permaneceram na perseguição até assumir o comando do placar, em 10/9. As equipes seguiram trocando pontos até Wallace e Lucas Lóh liderarem uma pequena arrancada dos paulistas: 21 a 17. O Cruzeiro reagiu e deixou tudo igual com Leal no 24/24. Um erro de saque de Wallace e depois um bloqueio de Maurício no oposto cruzeirenses definiram a vitória do Campinas na parcial: 26/24. 

O equilíbrio não deu as caras no segundo set. Muito pelo bloqueio do Cruzeiro. O fundamento fez a diferença para o Cruzeiro. Foram quatro pontos diretos e outros seis que proporcionaram contra-ataques. Até o levantador William parou o gigante Wallace. O Wallace do Cruzeiro, por sua vez, estava imparável. Na força ou no jeito, o oposto fazia seu trabalho. Diante de tanta inspiração, Campinas pouco pôde fazer e viu os mineiros atropelarem: 25/16. 

Embalado pelo passeio na parcial anterior, o Cruzeiro manteve o ritmo para virar a partida. Desta vez, Campinas até que tentou endurecer e levou o quarto set ponto a ponto até 18/18, quando o Cruzeiro, com William, Wallace e Leal inspirados, cresceu no momento decisivo e abriu uma vantagem confortável (21/18) para administrá-la e fechar em 25/21.

A empolgação de um lado e o abatimento de outro refletiram o placar do início do quinto set. Logo de cara, Cruzeiro abriu 5/1. Alexandre Stanzioni parou o jogo para tentar mudar os ânimos. A torcida também fazia a sua parte nas arquibancadas, sem deixar de apoiar. A energia contagiou os campineiros, que encostaram 7/8. Ceará teve a chance de igualar, mas mandou contra-ataque para fora. Foi a senha para o Cruzeiro voltar a controlar as ações.

Wallace chamou a responsabilidade. William sentiu o bom momento e aproveitou para abusar das jogadas com o oposto. A cada ponto do Cruzeiro, o nervosismo do Campinas aumentava. Com 14/9, Wallace, capitão dos donos da casa, tomou cartão amarelo por reclamação excessiva de uma marcação equivocada da arbitragem de condução de González. A missão ficava cada vez mais complicada. Tranquilo, o Cruzeiro não deu chance para Campinas esboçar reação e cravou mais um título para sua imensa coleção com um ataque de Wallace que estourou no bloqueio: 25/20.  

Curta-nos no facebook!
Publicidade
Parceiros
Tv Online Downloads Tá na Tv
Notícias
Baixe Fácil
Parceiros link
Tudo TV - Todos direitos reservados!